Turismo

Pontos de interesse da nossa freguesia:

IGREJA MATRIZ. Dedicada a Santa Catarina um edifício amplo, estilo barroco, com grande torre sineira. O interior antes da ultima alteração era de uma só nave, coberta por tecto de madeira, possui seis altares, O retábulo do altar-mor e os dos altares laterais ostentam talha dourada do início do século XVIII. Na capela lateral do lado da Etola, dedicada a Nossa Senhora do Rosário reconstruída em 1873, está colocado um retábulo de época posterior que enquadra telas secundárias. A Capela do Coração de Jesus data século XV e cobre o interior uma abóbada de nervuras firmada por dez barretes, com uma estrela relevada no bocete do fecho e ornatos policromos. No pavimento subsiste o túmulo do instituidor, Johan Reiz Português, falecido em 1554. O frontal do altar é forrado de azulejos do tipo mudéjar, que se estendem às ilhargas, obra quinhentista de esquema circular. No altar encontram-se quatro pinturas sobre madeira. A central, “O Encontro de Santa Ana e S. Joaquim”, encontra-se meio encoberta por uma maquineta com uma escultura do Coração de Jesus. Nas abas estão “A Adoração dos Pastores” e “A Anunciarão”. Na predela superior admira-se “A Última Ceia”. São composições do segundo quartel do século XVI, bastante retocadas e danificadas, atribuídas ao Mestre de S. Quintino, que foi discípulo de Gregório Lopes. Ladeiam o altar da capela lateral do lado do Evangelho duas esculturas de madeira do século XVIII representando S. Francisco e Santo António.

SOLAR. E um edifício do século XVIII cuja fachada, enobrecida pelo portal, de frontão ornado com um motivo florido, enquadrado por volutas, apresenta no andar superior janelas de sacada. A capela primitiva é coberta por um tecto pintado com ornatos. Das paredes pendem quadros sobre tela, setecentistas, de grandes dimensões “Santa Ana e S. Joaquim”, “Os Esponsais da Virgem”, “A Anunciação”, e “S. João Baptista e S. João Evangelista”, enquadrados em molduras de ornatos dourados policromos semelhantes aos do tecto. Sob estes quadros figura uma série de pinturas, à maneira de predelas, da mesma época com temas profanos.

PELOURINHO. Representava a justiça do concelho, tem na base uma escadaria de 3 degraus octogonais, O fuste é constituído por um tronco de cone quase cilíndrico tendo nos extremos rebordos anelares. O cimo ou remate é uma pinha octogonal, em forma de copa e abada de chapéu com quatro ferros de ponta em lança na sua base.

O CASTRO. Situado na zona do Cabeço do Castelo aparenta ser um povoado que remonta à Idade do Ferro mas que também mostra ter sido um povoado de longa permanência pois foram encontrados objectos que remontam a épocas muito anteriores como a pré-historia (laminas de silex e lascas de silex), até objectos do inicio da presença Romana (anforas e utensílios diversos).

O Jardim. Situado no centro da Vila de Santa Catarina, é um lugar aprazível.

Mata das Mestras. Zona de grande beleza paisagística.

As Capelas. Espalhadas por quase todos os lugares da freguesia estão 9 Capelas, simples mas tratadas com esmero que mostra o apego e devoção das populações locais para com as suas capelas.

Veja algumas fotos da nossa freguesia:

 foto8_tb Fotos de Santa Catarina
Ver fotos >>
   Fotos antigas de Santa Catarina
Ver fotos >>